Get Adobe Flash player
Anticor - Anticorrupção na França
Galeria Edemar Cid Ferreira
Home Sala das CPIs Diretório do PT pede criação de CPI contra Kassab

postheadericon Diretório do PT pede criação de CPI contra Kassab

AddThis Social Bookmark Button

Em nota divulgada hoje, a executiva municipal do PT anunciou o apoio à bancada do partido na Câmara dos Vereadores de São Paulo para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de investigar as irregularidades entre a prefeitura e a empresa Controlar apontadas pelo Ministério Público. "Considerando da mais alta gravidade a situação apresentada, a executiva decidiu apoiar a iniciativa da Bancada do PT na Câmara Municipal de pedir uma CPI para apurar os fatos" diz a nota. O partido, que faz oposição ao prefeito Gilberto Kassab, acusa a administração do PSD de desrespeitar os motoristas paulistanos que fazem a inspeção veicular. Os petistas criticam o "abuso de preço" cobrado dos motoristas, os quais se submetem à vistoria sem garantias "de um controle efetivo sobre a emissão de poluentes, finalidade única da inspeção veicular".


O diretório do PT defende também a revogação do contrato com a Controlar e a abertura de nova licitação para o serviço. Enquanto a situação não é definida, o partido propõe que as vistorias sejam suspensas.

Ontem, a base aliada do prefeito conseguiu barrar o pedido de instalação de uma CPI na Câmara. A oposição, capitaneada pelo PT não conseguiu sequer convocar o secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Eduardo Jorge, para dar explicações aos vereadores. Eduardo Jorge foi um dos fundadores do PT e deixou o partido em 2003 para integrar o PV. O secretário e o prefeito tiveram os bens bloqueados pela Justiça.

Essa é a primeira mobilização do diretório municipal contra o prefeito desde que o PT anunciou a pré-candidatura do ministro da Educação, Fernando Haddad, à sucessão municipal. No anúncio da escolha de seu nome, Haddad deu indícios de que não pretende poupar a administração de Kassab na campanha de 2012. "O sentimento da militância do PT é de mudança e não de continuidade. O que caracteriza o partido quando ele se apresenta à cidade como de oposição ou de situação é isso: o sentimento de continuidade ou de mudança. As coisas precisam mudar em São Paulo", disse o petista. (Agência Estado, 30/11/11)

Comentários  

 
0 #1 jorge 29-12-2011 16:38
quero que envertige u veriardo mano mirki ele esta dizendo que os eletore tem invergia dele porque ele esta comtroindo edificio são auvara e porjeto e ten fortas de minco onibre onde ele esta pordendo com tanto recuso arsir tanto e não ola para populaçâo arinda dis que todos ten inveja como pode iso nois eletores ten que saber e muito arbisudo com o povo ten que partido não pode nois que paga inposto sir nois queremos comtroir temos que paga auvara e ele tanben não paga porque ele e atroridade como ele dise nois não queremos mais ser emrolado por todos veriardoles e prefeitas du monicipio tem que arcarba com os maraja desa coisa que os veriadores du monicipio queremos colução dese veri. E presta comta os eletrole ok
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar